Matéria sobre o disco “Na Hora” do guitarrista Michel Leme

Saiu no blog do jornal Estadão uma matéria sobre o disco “Na Hora” do guitarrista Michel Leme:

Blog-JT-Combate-Rock

Jazz de primeira no novo álbum de Michel Leme

Rafael Sartori – Território da Música

Com mais de 20 anos de carreira, uma sólida discografia solo e parcerias diversas, o guitarrista, compositor e professor Michel Leme é um músico versátil. Mas, obviamente, ele tem suas preferências e seu modo de agir. É tocando jazz, ao vivo e improvisando, que Michel Leme tem o total controle da situação. Nesse cenário, ele é o mestre e o maestro.

E é exatamente isso o que temos em “Na Hora”, seu sétimo álbum. O material foi gravado no fim do ano passado em três dias seguidos (três sessões, em três locais diferentes) e o resultado são seis faixas instrumentais inéditas que trazem todo o clima e o calor do momento.

Acompanhado novamente de Bruno Migotto no baixo e Bruno Tessele na bateria, o guitarrista deixa toda sua experiência e conhecimento fluírem em temas e solos cheios de técnica, mas bastante inspirados.

O timbre limpo do instrumento é praticamente o mesmo durante todo o tempo, mas a dinâmica e a velocidade com que Leme ataca as cordas mudam conforme a intenção em cada passagem, transparecendo todo o ‘feeling’ do músico.

Destaque para a inquieta “Livrai-Nos da Nova Ordem”, que abre o repertório, para a longa, suave e discreta “Himalaias”, e para “Boogaloo do Final dos Tempos”, que traz um tema marcante e um solo de respeito de Tessele. No final, existem “versões alternativas” para três faixas, totalizando nove canções e 71 minutos de som.

“Na Hora” traz Michel Leme fazendo o que mais sabe, do jeito que mais gosta, onde já está habituado e com quem conhece bem. Não tem como dar errado.

01. Livrai-Nos da Nova Ordem
02. Blues Lascivo
03. 2 Pra Nós 2
04. Ornetto
05. Himalaias
06. Boogaloo do Final dos Tempos
07. Livrai-Nos da Nova Ordem (1° dia)
08. Ornetto (2°dia)